E DEUS CRIOU A MULHER – por Anna Miranda

117

Tenho motivos de sobra para amar e admirar as mulheres. No nosso evento anual de maio, UMA SOBE E LEVANTA A OUTRA, pude constatar a beleza de um encontro onde o acolhimento e a alegria de estar viva e fluindo na corrente do rio da vida, por si só, já é o bastante. Lá nos enxergamos nos olhos das outras. Lá tivemos aquela certeza que nos justifica: estamos juntas. Lá aconteceram momentos muito especiais de partilha, de amor, de doação.  Lá praticamos a escuta ativa, o silêncio deliberado, o ouvir para inovar, captar, crescer.

Cantamos, dividimos, somamos. São muitas as vozes e expressões das mulheres, são elas que procuram o farol, o barco, o foco, a ferramenta de transformação necessária para mudar e até mesmo transcender.

Deus é muito criativo! Quando criou a mulher pensou em cada uma, escolhendo dias mágicos de encontro e empoderamento, criando uma agenda invisível que vai se abrindo como um leque com o propósito de reunir mulheres que nutrem objetivos semelhantes. Na nossa rede temos a líder Fernanda Gondim e seu cortejo de fiel escudeiras do empreendedorismo feminino. A força da nossa coach esvazia o imobilismo e a competição.

Como Deus é criativo! No mesmo dia, agendou outro evento fantástico.  Lá pude me enxergar nos olhos da minha parceira cafundoleza, Márcia Evelin. Foi no lançamento do seu novo livro infantil: A Flor e o Pequeno Principezinho, uma releitura do clássico de Saint Exupéry. Um livro essencial, contemporâneo, com raízes na nossa ancestralidade africana.

Alguém tem dúvidas da criatividade de Deus? Do seu Espírito inventivo? Eu não tenho não.  E tem mais: Ele escreve mesmo por linhas tortas! Ele mandou dizer que a mulher não saiu da costela de Adão mas da terra e da sua eterna exuberância perene, a mulher saiu das águas, do fogo e do ar para aquecer e reinventar o mundo, a mulher foi criada para ser um espelho onde as outras mulheres são refletidas, acolhidas, abraçadas e recriadas para nutrir, vicejar, chacoalhar, evoluir.

De tudo isso concluo que ser mulher é um desafio, ser mulher é engolir cobras e lagartos, mas só a mulher consegue transmutar o lixo planetário em valor real, transformando-o em criatividade e paixão.

Resultado de imagem para por Anna Miranda

Deixe o seu comentário