O Mundo ROSÉ – por Marly Lopes

94

Quem já viu um homem vestir PINK há poucos anos atrás? Sim, meus amigos, era muito difícil, cores berrantes apenas para as mulheres e os homens nunca arriscavam usar nada rosa.

Hoje, Rosé está dentro das maiores rodas, na moda, na comida, na bebida e nos acessórios. Por exemplo, pessoas “cool” tem um estilo próprio e muitas vezes escolhem o ROSÉ, e hoje especialmente os homens. Esta é provavelmente uma das mudanças mais marcantes dos últimos anos.

Estejam cientes que uma sociedade cada vez mais livre de crenças e limites está a surgir, mais com uma grande diferença, desta vez com o respeito pela diferença do outro.

Com seu lindo visual, o rosé é sinônimo de verão e convívio. Quanto aos vinhos e em especial ás borbulhas, os enófilos, sommeliers e os geeks do vinho entenderam a versatilidade refrescante, geralmente, os ROSÉ são ricos em CORES e SABORES, alguns delicados outros mais picantes, enquanto outros são mais finos, minerais e secos.

Quando se pensa em ROSÉ em qualquer categoria já se pensa em criatividade, quem sabe até em liberdade, sim…para escolher as combinações, as misturas e deixar-se levar pelo novo.

Rosé vem em uma variedade de estilos, o enólogo escolhe a sua tonalidade e se compromete a mantê-la por anos e anos, o que não é nada fácil! A cada ano as safras mudam, o terroir sofre mudanças de temperaturas, os impactos das chuvas, do tempo, do sol, irrigação mudam bastante e a vinha tende a produzir cada vez menos. Na verdade, cor de um vinho rosado depende do tempo de infusão das peles das uvas no suco. Não indica de forma alguma sua intensidade ou origem.

Então, por que você deve beber Rosé? Porque o Rosé raramente decepciona, é um vinho de todos os dias e entrega sutilmente estrutura, frutas e acidez.

Um grande exemplo de grandiosidade e glamour é a Rosé Impérial, um champagne espontâneo e radiante que emana sedução. É a expressão glamorosa do estilo Moët & Chandon. Um estilo que se diferencia através de um frutado radiante, paladar sedutor e sua maturidade elegante.

Outra champagne pouco conhecida, mas que tem um charme especial por traduzir a herança de uma casa familiar, pequenos produtores que trazem um champagne com aroma de violetas e na boca estrutura de uma champagne renomada.

Como acompanhá-los?

Com uma bela lagosta, saladas, salmão defumado, peixes como a garoupa e grelhados.

Vamos brindar as escolhas corretas!

Deixe o seu comentário