Todas as pessoas inteligentes têm essa qualidade, segundo Steve Jobs

13

Jeff Bezos (Amazon) olhava para a habilidade de mudar frequentemente de opinião. Já Elon Musk (Tesla, SpaceX) olhava mais para habilidades e menos para credenciais. Steve Jobs tinha outra abordagem, segundo o portal americano Inc.com.

O falecido empresário e inventor responsável pelo iPhone respondeu como define a real inteligência em uma palestra de 1982. Para Jobs, a chave para ser inteligente não é ter um grande conhecimento sobre um assunto — mas realizar conexões inesperadas entre diversos temas. Em resumo, a amplitude supera a profundidade.

SAIBA MAIS

Então, como desenvolver essa habilidade de ter uma visão vasta? A resposta é ser um “onívoro intelectual”, segundo Jobs: explorar o mundo de maneiras únicas, inesperadas. “Você não pode ter a mesma cesta de experiências de todas as outras pessoas. Você fará as mesmas conexões e não será inovador.”

É comum muitos profissionais se concentrarem na sua especialidade e dizerem que não têm tempo para traçar outros caminhos. Mas combinar áreas de conhecimento o fará ver problemas sob diversas óticas e descobrir insights únicos para resolvê-los. O próprio Jobs se inspirou em uma aula de caligrafia para encontrar a tipografia perfeita para a Apple.

A ciência concorda com Jobs, de acordo com o Inc.com. Em 1960, cientistas colocam gênios dentro de uma casa e estudaram suas qualidades em comum. De cientistas a poetas, uma similaridade era a abertura para novas experiências e ideias. Essa qualidade é importante não apenas para inteligência, mas para combater a falta de atividade mental na velhice. É apenas se deixando distrair que você encontrará aquilo que merece seu foco.

Fonte:https://revistapegn-globo-com.cdn.ampproject.org/c/s/revistapegn.globo.com/amp/Noticias/noticia/2020/09/todas-pessoas-inteligentes-tem-essa-qualidade-segundo-steve-jobs.html

Deixe o seu comentário