Maria, Maria – É um dom, uma certa magia, uma força que nos alerta! – por Sirley Carvalho

387

Dia 8 de março comemoramos o Dia da Mulher,  acordei pensando e cantando a  letra poética que Milton Nascimento compôs em homenagem a sua mãe, que se chama Maria . Maria, Maria foi gravada no histórico LP “ clube da cidade”, em 1978 , na  cidade de Belo Horizonte.  Essa canção também foi gravada por mulheres fortes e talentosas como Elis Regina e Mercedes Sosa e por tantas outras mulheres de todo o Brasil em varias espaços e movimentos. Passei o dia e a noite  refletindo sobre a força que  essa letra tem e tudo que traz a tona; uma personagem feminina, de presença marcante e aguerrida. Maria é mulher, é povo, Maria é força, personalidade. Maria é muito íntima e familiar a  todas nós. A “Maria” de Milton pode ser a sua mãe biológica, uma empregada carioca , doméstica que foi demitida ao levar o filho para o trabalho . Por não ter onde deixá-lo, se viu obrigada a doá-lo a uma família rica  e mineira que amorosamente criou esse nosso grandioso da MPB. Maria,Maria virou hino e hoje quero refletir com vocês , leitoras mulheres , sobre cada palavra e o que essa canção quer vir nos dizer, aquilo que às vezes, nunca é dito, e de um jeito simples, direto e verdadeiro se impõe.

Maria , Maria relata a vida de uma mulher trabalhadora , que têm ideais e dificuldades, e que mesmo assim não desanima, que busca alcançar seus desejos e objetivos. Fala poeticamente sobre vida,resiliência,solidariedade, fé , divisão sexual e do trabalho. O nome “Maria” é um nome popular brasileiro e entende-se que o autor se refere a todas as mulheres brasileiras batalhadoras.

As Marias que carregam no corpo a marca, que tem força e sonho sempre. Maria aqui denota a mulher  que luta, que cuida, que zela, que sabe levar a vida. É uma mulher com gana , com manha, com graça ,que tem fé na vida e sonhos sempre.

Maria , Maria é o som , é a cor, é o suor, é a força que nos alerta, a dose mais forte lenta de uma gente que rir quando deve chorar (?). A que sofre e se liberta, a que vive e aguenta, a que tem força. Maria, Maria é ativa, participativa, é aquela que não deixa abater-se pelas adversidades da vida , que são tantas…..

A letra também fala da credibilidade de ser Maria, de trazer na pele essa marca. Milton expondo seus ideais , compõe em defesa do oprimido, mas não deixa de fazer a relação inteligente entre o político e religioso. E essa relação com o político conduz a não situação do oprimido no lugar da resignação . A letra clama por mudança ,por reconhecimento da imensidão da beleza de ser feminina e mulher. Mesmo que à época  desta composição o cantor falasse da mulher preta, pobre e atuante apenas  em trabalhos quase escravos e de mão de obra barata, ao mesmo tempo nos permite a outras leituras “…. sempre sob as palavras, outras palavras são , podem e devem ser ditas”. E são!

Inúmeros fatos ainda hoje comprovam e marcam a descriminação, desigualdade e preconceito, violências e injustiças de muitas Marias. Nossa sociedade , ainda machista foi e tem sido responsável por tolher a mulher.

Contudo, lutando na contra mão de tudo isso que não podemos e não iremos aceitar, é Maria, Maria que nos enche de orgulho, valentia, perseverança e raça.

Maria, Maria é aquela que vive no nosso íntimo e deixa a alegria aflorar . Maria, Maria é aquela que merece viver e amar como qualquer Ser Humano do planeta. Quem traz na pele essa marca possui uma estranha mania de ter fé na vida.

Maria, Maria é a força que nos alerta!

Maria, Maria

(Milton Nascimento e Fernando Brant)

Maria, Maria

É um dom, uma certa magia,

Uma força que nos alerta

Uma mulher que merece viver e amar

Como outra qualquer do planeta

 

Maria, Maria

É o som, é a cor, é o suor

É a dose mais forte e lenta

De uma gente que ri quando deve chorar

E não vive, apenas aguenta

Mas é preciso ter força

É preciso ter raça

É preciso ter gana sempre

Quem traz no corpo uma marca

Maria, Maria

Mistura a dor e a alegria

 

Mas é preciso ter manha

É preciso ter graça

É preciso ter sonho sempre

Quem traz na pele essa marca

Possui a estranha mania

De ter fé na vida

Deixe o seu comentário