MÃE E FILHA

42

Olá Meninas, Tudo bem ?

Aqui nós vamos falar de moda, estilo de vida e do maravilhoso mundo da maternidade e tudo que envolve essa rotina entre mãe e filha. Neste primeiro contato gostaria de falar um pouco sobre mim e como foi minha gravidez.

Bom, tenho 26 anos, e sou casada há 5 anos. Aos 17 anos fui morar em Brasília, onde terminei o ensino médio e me formei em moda, foram 6 anos no total no DF. Assim que terminei minha faculdade, fiz intercâmbio de 1 ano em Londres, onde vivi as melhores experiências da minha vida, e onde eu respirei todos os estilos de vida ao mesmo tempo nas ruas. Quando eu voltei, passei ainda mais 1 ano em Brasília e então retornamos para Teresina. Após meu retorno, passei a trabalhar como consultora de moda no Sebrae-PI, onde eu trabalho atualmente. Presto serviços de consultoria as indústrias de confecção do estado.

gabiebb

Com 23 anos eu engravidei, e tinha certeza que seria um menino, eu sempre quis ter um menino, acreditam? E ai, chegou o dia de descobrir o sexo do bebê e pah! Era uma menina. Gente, eu e meu marido ficamos passados. Mas nem por um segundo ficamos tristes, apenas surpresos. Mas vocês querem saber, a partir dali eu já comecei a sonhar com as roupinhas, sapatinhos, lacinhos, e tudo que uma menininha nos proporciona, né! Uma verdadeira brincadeira de boneca. E hoje eu digo, Deus sabe o que faz, eu amo ser mãe de menina. Mas com certeza, amaria ser mãe de menino também, a verdade é que ser mãe é a melhor coisa do mundo. Eu tive uma gravidez super tranquila, porém aos 8 meses de gravidez eu tive pré-eclampsia* , sendo assim tive que acompanhar AINDA mais de perto , pois como vocês sabem a pressão vai lá para cima. Passei a ter que fazer restrições de alguns alimentos e comecei a fazer hidroginástica. Pois bem, certo dia acordei com um pouco de contração, mas não me preocupei pois tinha consulta marcada para este mesmo dia, logo a tarde quando fui ao meu médico e ele aferiu minha pressão me mandou na mesma hora dar entrada na maternidade, pois já estava na hora da minha pequena vir ao mundo. Neste momento, eu e meu marido ficamos super assustados, pois fomos pegos de surpresa. De lá fomos direto para a maternidade e por volta das 18 horas minha filha nasceu 15 dias antes da data prevista, mas nasceu linda, saudável e sem complicações, graças a Deus. Ela foi para o quarto junto comigo, e não teve o menor problema na hora da amamentação. Ficamos na maternidade por dois dias, pois  tiveram que acompanhar o meu problema de pressão que se estendeu por mais 15 ou 20 dias após o nascimento e depois desapareceu. Quanto a amamentação, que é um assunto que vamos falar em uma outra oportunidade, eu amamentei apenas 4 meses, infelizmente, gostaria de ter amamentado mais, porém não tinha leite o suficiente e acabei tendo que introduzir o Leite artificial até que aos poucos ela foi deixando o peito, o que para mim foi BEM doloroso, tenho que admitir. Hoje minha filha tem 2 anos e 6 meses  e ela é uma “Mini ME”. Vocês vão vê muito ela por aqui. Nas próximas postagens quero dá dicas, compartilhar minhas experiências, e saber se vocês estão gostando, hein! Espero que vocês gostem da coluna e estejam sempre por aqui, para dá sugestões, opiniões e críticas também. Até a próxima!

* substantivo feminino
MED
afecção que ocorre ger. após a vigésima semana de gestação, esp. das primíparas, caracterizada por hipertensão arterial, nefrite e perturbações hepáticas, podendo evoluir para a eclampsia.   FONTE: GOOGLE

Gabi Fortes

 

Deixe o seu comentário