Paisagismo na arquitetura e decoração – Por Michaela Dantas Napoleão e Caroline Napoleão

431

Conceito

O paisagismo é uma arte que decora e planeja o design de jardinagem de um espaço, seja ele no campo, na cidade, praças ou dentro de sua casa. O profissional da área pensa tudo nos mínimos detalhes, desde dos tipos de planta até as esculturas, onde, como elas serão instaladas dentro do local planejado para o jardim, quais os materiais e o tipo de manutenção adequados para se ter como resultado, uma bela e harmônica paisagem. Ou seja, é uma criação e/ou recriação que, além de conservar os ecossistemas naturais, pode também, exercer uma recuperação ou uma total modificação positiva do lugar, oferecendo uma qualidade do uso do espaço com a exploração das possibilidades que local contém.

Benefício

A atração pelos benefícios que o paisagismo proporciona entretenimento, prática de esportes, melhoria do clima e do ar, áreas de lazer, meditação, união familiar e valorizam os imóveis em até 20%, além de preservar o ambiente e ajudar na balança contra o caos do desequilíbrio ecológico causado pelo crescimento das grandes cidades.

Paisagismo + Arquitetura

A arquitetura e o paisagismo devem trabalhar juntas, complementando-se, o que favorece positivamente o conjunto final da obra. Enquanto em um projeto arquitetônico de uma praça se detalha onde e quais serão os equipamentos necessários para se ter uma boa infraestrutura no local (como água, luz, bancos, ponto de ônibus, sanitários, banca de revistas, lixeiros…), o projeto de paisagismo se torna, nesse exemplo de projeto, algo de maior relevância em relação a funcionalidade (como a vegetação, ar livre, passeio, recreação, recantos).

praca_da_alfandega_pano2Praça da Alfândega – Porto Alegre.

Os elementos arquitetônicos são ótimos acessórios e apoios para os jardins, pois dialogam com a vegetação em harmonia, como por exemplo os pergolados, vidros, gazebos, caramanchão, grades, cercas, treliças de madeiras…

00a-quintal-florido-de-100-m2-e-area-de-lazer-no-apartamento-terreo

Pérgolas

imagem-2118

Dentro dos grandes projetos de design de interiores, o paisagismo é sempre um artifício decorativo muito utilizado, pois traz um bônus de beleza, conforto, charme, elegância, estilo e harmonia para a residência, além de uma sensação de bem-estar e liberdade para o homem.

O Paisagista transforma positivamente e valoriza lugares tradicionais como quintais, jardins de inverno, sacadas e varandas, mas pode também inserir elementos naturais em ambientes improváveis como fachadas, circulação, salas de banho, cozinhas e salas de estar/jantar, tornando a casa mais humanizada e atrativa.

imagem-2614

Sala de banho

imagem-2216Cozinha

525b64a501fd05a3b52775e9f618799eCirculação

Dicas de decoração

O jardim deve tentar seguir o estilo da casa, ou seja, a iluminação, os itens decorativos, os apoios das plantas e os tipos de vegetação têm que dialogar com os móveis de interiores. Deve-se focar no equilíbrio da vegetação, de forma a evitar sobrecarga visual no jardim, o que pode ser feito evitando a mistura de vários tipos de folhagens e flores diferentes e usando plantas e vasos com tamanhos adequados ao espaço, além de acessórios com linhas simples e em pequenas quantidades.

7eaac5888d33d946a174ac2596986088

                    Uma ótima dica para locais pequenos é o uso do jardim vertical.

f60bb03a93e4d4a18d605592c8e9b6ae

Jardim vertical

Elementos decorativos como esculturas, lagos, estátuas, pedras naturais, também, são ideais para compor e trazer vivacidade aos jardins.

Iluminação

A iluminação artificial, no paisagismo, é um item importante que realça a beleza do jardim durante a noite. E possível combinação de uma iluminação direta e indireta ou ainda o uso de luz indireta atrás ou na frente da vegetação.

c76a026f2aabedf72b21852dca1bb5e7Iluminação direta + indireta

Cuidados

Um dos principais cuidados é a manutenção adequada do jardim.  Deve se observar também o tipo e quantidade de material que será utilizado (por exemplo, se for usar a madeira procurar impermeabilizar ou selar e se usar o metal tratar para que não enferruje), o tipo de planta adequada ao clima do lugar, o índice de incidência solar no local inserido.

Conclusão

A intenção desse artigo é, além de atualizar o leitor, mostrar ao leigo no assunto que antes de se pensar em montar um jardim em sua casa ou na rua, deve-se primeiramente refletir sobre a sua afinidade e apreciação com a vegetação, pois ela precisara de cuidados, e por fim, de preferência contratar um profissional (paisagista) no ramo que irá facilitar o processo de trabalho de manutenção, planejará a quantidade e tipo de materiais de construção e as plantas adequadas, tornando o resultado final eficaz.

FONTES:

<www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=16&Cod=1644>

<www.galeriadaarquitetura.com.br/i-d/projetos/de-paisagismo/13/>

<www.vermaisdesign.com.br/paisagismo-na-decoracao/blog/decor/>

<www.westwing.com.br/paisagismo/>

<www.transformesuacasa.com.br/como-fazer-paisagismo-e-jardinagem/>

<br.pinterest.com/explore/paisagismo/?lp=true>

<www.decorfacil.com/jardins-pequenos-para-casas-e-apartamentos/>

<www.paisagismobrasil.com.br/index.php?system=news&news_id=735&action=read>

 

Deixe o seu comentário