Real ou virtual? – por Moema Vilhena

152

Ninguém sabe quem o que é @lilmiquela, mas todos têm uma teoria. Desde que ela postou seu primeiro post no instagram tornou-se um mistério de culto. O problema com Miquela, é que, você vê que ela age como uma pessoa real, mas não parece uma. Sua pele é um pouco brilhante demais, as sombras das suas fotos as vezes parecem sem profundidade – ela tem essa aura de mistério que parece ser criada por computação gráfica.

Miquela regularmente faz referência a lugares físicos que ela alega ter festejado e grita marca de roupas que ela diz ter usado. Ela regularmente publica fotos – até mesmo selfies – com modelos, artistas e músicos.

Miquela tem contas no Twitter, Facebook e Tumblr.

Ela vive em L.A., de acordo com seus instagrams: muitas vezes ela pode ser encontrada na Venice Beach, ou no calçadão, ou em qualquer um dos vários clubes, galerias de arte e cafés. Normalmente, suas fotos representam uma cena, ou um meme, ou ela sozinha.

Ela também trabalha como modelo, usa as marcas mais descoladas e até mesmo lançou um hit no spotify.

Não é primeira vez que que o mundo virtual se confunde com o real a banda virtual Gorillaz a muito tempo lança cd´s e faz shows mundo fora. A cantora virtual koreana Hatsune também faz super sucesso.

A diferença é que esses artistas se assumiram há algo com tempo, mas com Miquela o mistério permanece e com recursos visuais cada vez mais avançados, é cada vez mais difícil saber o que é de verdade nas redes sociais.

Deixe o seu comentário