Alimentação x Câncer de Próstata (Novembro Azul) – por Adrianne Holanda

140

O câncer de próstata é considerado, em todo o mundo, o segundo tipo mais comum em homens, com maior frequência de diagnóstico em 87 países, incluindo todos os da América e a maior parte da Europa, Austrália e África. De acordo com a última estimativa mundial, eram esperados no ano de 2012 cerca de 1 milhão de casos novos em todo o mundo ( Brasil, 2016). No Brasil, os fatores de risco identificados para o desenvolvimento do câncer de próstata estão relacionados à idade, hereditariedade e origem étnica ( Mottet N, 2016).

 A maioria dos diagnósticos de câncer de próstata está associada a homens acima de 65 anos e menos de 1% a homens com idades abaixo dos 50 anos. Com o aumento da expectativa de vida mundial, é esperado que o número de casos novos aumente cerca de 60%. O fator hereditário deve ser levado em consideração, pois aproximadamente 25% dos casos apresentam histórico familiar. Homens que tiveram pai ou irmão diagnosticados apresentam um aumento de duas a três vezes mais risco de desenvolver a neoplasia; esse risco aumenta em aproximadamente 11 vezes se ocorrer o diagnóstico em pai ou irmão antes dos 40 anos ( Ministério da Saúde, 2016 ).

A etnia também apresenta associação com o câncer de próstata, sendo aproximadamente 1,6 vezes mais comum em negros comparados aos brancos, diferença que pode ser atribuída ao estilo de vida ou aos fatores associados à detecção da doença ( INCA, 2016 ). O câncer de próstata é considerado um câncer de bom prognóstico, se diagnosticado e tratado oportunamente.

Além disso, podemos prevenir a doença seguindo um estilo de vida saudável, fazendo exames periódicos, atividades físicas, a alimentação deve ser equilibrada, rica em fibras, com alto consumo de alimentos integrais, frutas, verduras, legumes e cereais, que auxiliam tanto na prevenção como no tratamento desta patologia. com aporte de todos os nutrientes necessários, evitando ao máximo alimentos ultra processados como embutidos, salgadinhos, biscoitos recheados, refrigerantes, dentre outros, garantindo não somente o bom funcionamento do organismo, como também a prevenção ao câncer e demais doenças. Prefira também os alimentos orgânicos, sem adição de pesticidas, hormônios ou antibióticos.

Infelizmente, alguns tipos de alimentos, se consumidos regularmente durante longos períodos de tempo, podem auxiliar a transformar as células saudáveis em células cancerosas. É o caso de alimentos processados, industrializados, gordurosos, enlatados, embutidos e produtos com alto índice de sódio e gorduras trans.

E nossa natureza é rica em antioxidantes que auxiliam na prevenção do câncer. Vamos aproveitar todos esses benefícios que possuímos de forma natural? Veja algumas sugestões e até a próxima!

Brócolis e Couve – flor: contém sulforafano: Ricos em betacaroteno, vitaminas C e E, ácido fólico e cálcio -, é um importante auxiliar na prevenção e tratamento de tumores. Extinguem as células cancerígenas.

Resultado de imagem para brocolis e couve flor

 Licopeno (Tomate, melancia, pitanga, goiaba , acerola, molho de tomate  ):Estudos apontam o licopeno como eficiente inibidor da proliferação celular, evidenciando seu fator preventivo ao câncer de próstata.

Resultado de imagem para Licopeno

CháVerde

Vários estudos sugerem que o chá verde tem um papel na diminuição do risco de cancro da próstata e como adjuvante no tratamento do cancro da próstata. Pensa-se que muitos dos possíveis benefícios sejam atribuídos aos polifenóis. Estes correspondem a um vasto grupo de fitoquímicos que incluem, entre outros, as catequinas.

Resultado de imagem para chá verde

Cúrcuma

É o fitoquímico que inibe o maior número de vias de sinalização, transdução e transcrição que conhecemos e por esse motivo possui potente efeito no câncer como antiprolifertivo, apoptótico, antiangiogênico e antimetastásico.

Resultado de imagem para Cúrcuma

Frutas e Verduras, de forma geral  

Deixe o seu comentário