CLAREAMENTO DENTAL, CINCO DICAS PARA QUEM TEM INTERESSE EM FAZER ESSE PROCEDIMENTO.

68

Clareamento dental é um tratamento dentário realizado com o objetivo de clarear os dentes, e com isso ter um sorriso mais iluminado, branco, com aspecto de saúde…

Existem várias possibilidades de clareamento dental: a laser, caseiro, e combinação de ambas as técnicas; mas o que é importante mesmo, é que você seja acompanhada por um profissional dentista de sua confiança, será ele quem avaliará qual técnica cabe no seu caso clinico.
Daremos dicas de quais tipos de pacientes tem mais chances de sucesso para clarear os dentes:

Tipos de pacientes:

1.   Aqueles em que a probabilidade de sucesso é maior:

* Portadores de dentes amarelados;
* Portadores de dentes hígidos (com poucas restaurações);
* Dentes sem tratamento endodôntico (tratamento de canal);
* Gengivas saudáveis;
* Não fumantes;
* Pacientes com boa higiene bucal;
* Pacientes com consumo moderado de café, chá, vinho tinto e outros alimentos que escurecem os dentes.

2.   Aqueles em que a probabilidade de sucesso é menor:

* Dentes acinzentados;
* Dentes com restaurações grandes;
* Dentes com tratamento de canal (existem técnicas específicas para clarear estes dentes);
* Gengivas alteradas;
* Fumantes inveterados;
* Higiene oral deficiente;
* Consumo exagerado de café, vinho tinto.

sorriso

Vejamos agora cinco dicas antes de fazer clareamento dental:

  1. Caso você tenha saído de alta de um tratamento ortodôntico, saiba que se faz necessário remover com brocas especiais todo cimento resinoso que fica na superfície dos dentes utilizado para colagem dos braquetes (acessórios ortodônticos) antes de iniciar o tratamento de clareamento dental, caso você não o faça, o produto utilizado não irá clarear esse resíduo e deixará aspecto grosseiro e estranho nos dentes, como se fosse sujeira, logo tudo deve ser removido previamente.

  1. Antes de qualquer clareamento, seja a laser, caseiro ou com laser de baixa freqüência, todos os tártaros e placa bacteriana deverá ser removida com uma boa profilaxia e tartarectomia no mínimo uma semana antes do tratamento com clareamento, justificativa: potencializar a ação do produto, e diminuir sensibilidade pós tratamento, pois, com a limpeza e tartarectomia, é possível em muitos casos, o cliente sentir sensibilidade, que se corrige em 72 horas no máximo.

  1. Você deve antes de iniciar o clareamento, se certificar com seu dentista de confiança, se você não tem problemas já instalados como cárie e doenças periodontais (de gengiva): como gengivite (inflamação e sangramento da gengiva espontâneo), ver se tem recessões gengivais (gengiva subiu ou desceu expondo colo do dente), se está com aftas espalhadas pela mucosa e embaixo da língua; caso você apresente algum problema desses, corrigir primeiro o problema, depois fazer o clareamento.

  1. Você tem muitas restaurações em quase todos os dentes e canal por fazer; no caso do canal, ele deverá ser feito antes do tratamento de clareamento para não ter injuria ao elemento (dente) com problema; no caso de muitas restaurações, saiba que o clareamento não clareia restaurações de resina, algumas deverão ser substituídas após todas as sessões de clareamento iniciadas e concluídas.

  1. Você tem dentes muito escuros e eles já foram tratados canal, nesse caso seu dentista lhe indicará a melhor solução estética, pode ser faceta direta de resina em consultório, ou lente de porcelana ou resina, pois nesses casos o clareamento não lhe trará a estética que deseja.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilha com teus amigos 🙂
Um grande abraço, até breve!

Dra. Lineia Torres
Cirurgiã Dentista, CRO 1379, Odontoarch

Deixe o seu comentário