Por que beber água é tão importante? – por Geórgia Alencar

193

Os meses mais quentes do ano para os teresinenses chegaram e com eles a necessidade de ingerir mais água e se hidratar também. Esse período de clima quente e pouco úmido, com exposição a altas temperaturas podem trazer os perigos da desidratação, porém, o mesmo pode acontecer em outras estações do ano.

Desidratação é definida como a perda excessiva de fluidos corporais, ou seja, quando o corpo necessita de mais fluidos do que está sendo consumido para funcionar normalmente. Pesquisas mostram que entre 60% e 75% da população não bebe a quantidade diária de água que é necessária. Por isso, certifique-se de ficar adequadamente hidratado, especialmente quando você está perdendo fluidos, é a melhor maneira de afastar possíveis exaustão de calor e sintomas de desidratação.

A desidratação afeta mais atletas, pessoas que realizam trabalho manual ao ar livre, crianças e idosos. E pode afetar o estado de ânimo e as funções cognitivas, contribuindo para prejuízos na visão, discriminação perceptiva, memória, atenção e habilidades psicomotoras.

As causas são variadas, entretanto, o problema relaciona-se com diarreias agudas, entre outras causas como ingestão insuficiente de líquidos, vômitos intensos, transpiração excessiva, uso exagerado de diuréticos, queimaduras intensas e hemorragias.

Além de sentir sede constantemente, há muitos outros sintomas relacionados à desidratação, que podem incluir espasmos, tensão no pescoço ou mandíbula, constipação, vômitos, problemas cardíacos, dificuldade de concentração, ou dores musculares persistentes não têm ideia de que eles realmente estão sofrendo de sintomas de desidratação evitáveis.

Os sinais e sintomas mais comuns de desidratação incluem: boca seca; sonolência; sede; diminuição da micção; fraqueza muscular, fadiga, dor de cabeça; tontura; problemas digestivos. Se a desidratação progride, os perigos da desidratação podem piorar e surgir sintomas graves como: sede extrema; irritabilidade; confusão; boca extremamente seca; olhos fundos; falta de sudorese; falta de lágrimas, entre outros.

Para o bom funcionamento do organismo, é fundamental beber água durante todo o dia (melhor maneira de prevenir e vencer a desidratação, especialmente nesse período, quando estamos propensos a transpirar ainda mais do que o habitual). O consumo de água diariamente é definido de acordo com seu peso e quando se está exposto a temperaturas muito quentes, ou durante e após os treinos, beber além do indicado é uma boa ideia.

Você pode optar por água, água saborizada e água de coco. Inclua na sua dieta alimentos naturalmente hidratantes, tais como: água de coco ou leite de coco natural; melancia e melões; pepino; kiwi; abacaxi, frutas cítricas, como laranja; Se beber água regular não é sempre atraente para você, a água de coco, por exemplo, é uma das melhores bebidas hidratantes da natureza, contendo nutrientes que contribuem para a hidratação, como potássio, aminoácidos, enzimas, fatores de crescimento e minerais. É importante prestar atenção aos perigos da desidratação e os sintomas, para evitar danos graves à saúde. Por isso, fique atento aos sintomas e se previna!

Deixe o seu comentário